A Canção da Noiva

Você sabe qual é o cântico entoado pela noiva de Cantares? É um cântico de amor... Um cântico de entrega, de alegria e de saudade... A noiva é apaixonada por seu Amado, seu cântico é nupcial...

Quem é esta cujo olhar arrebata o coração do seu amado? - "Arrebataste-me o coração, minha irmã, noiva minha; arrebataste-me o coração com um só dos teus olhares, com uma só pérola do teu colar" (Ct 4:9).

Quem é o amado tão desejado? - "Qual a macieira entre as árvores do bosque, tal é o meu amado entre os jovens; desejo muito a sua sombra e debaixo dela me assento, e o seu fruto é doce ao meu paladar" (Ct 2:3).

Esta história é o romance do Deus que se fez homem para comprar com seu próprio sangue a liberdade da Sua amada. O amado noivo é Jesus, o Filho de Deus e a igreja é Sua amada noiva.

Leia mais:A Canção da Noiva

Memória e Resolução

"Volta, minha alma, ao teu sossego,
pois o Senhor tem sido generoso para contigo."

Esta é a ordem que o escritor dá a si mesmo e certamente é algo que todos precisamos nos últimos dias do ano: descanso e gratidão. Ao ler todo o Salmo 116 você perceberá que antes de fazer esta afirmação o salmista dá graças a Deus pelo que Ele tem feito em sua vida. No lugar secreto, a sós com Deus, ele se lembra do que o Senhor tem feito, e essa meditação muda a sua atitude para com o futuro.

Leia mais:Memória e Resolução

A Janela

Dois homens, ambos gravemente doentes, estavam no mesmo quarto de hospital.
Um deles podia sentar-se na sua cama durante uma hora, todas as tardes, para que os fluidos circulassem nos seus pulmões. Sua cama estava junto da única janela do quarto. O outro homem tinha de ficar sempre deitado de costas.
Os homens conversavam horas a fio. Falavam das suas mulheres e famílias, das suas casas, dos seus empregos,
onde tinham passado as férias... E todas as tardes, quando o homem da cama perto da janela se sentava, ele passava o tempo a descrever ao seu companheiro de quarto todas as coisas que ele conseguia ver do lado de fora da janela.

Leia mais:A Janela

Eu posso fazer mais que isso...

Enviado por Alayne Krystyne Carneiro
http://www.defesacivil.rj.gov.br/refletir.html

A mãe de 26 anos parou ao lado do leito de seu filhinho, que estava morrendo de leucemia. Embora o coração dela estivesse pleno de tristeza e angústia, ela também tinha um forte sentimento de determinação.

Como qualquer outra mãe, ela gostaria que seu filho crescesse e realizasse seus sonhos. Agora, isso não seria mais possível, por causa da leucemia terminal. Mas, mesmo assim, ela queria que o sonho de seu filho se transformasse em realidade. Ela tomou a mão de seu filho filho e perguntou: "Billy, você alguma vez já pensou o que você gostaria de ser quando crescer? Você já sonhou o que gostaria de fazer com sua vida?"

Leia mais:Eu posso fazer mais que isso...

Melhor não deixar o ovo cair

"A história da Páscoa é um mito", dizia o professor de ciências de uma escola a seus alunos, alguns dias antes da Páscoa. "Jesus não saiu do túmulo," continuou, "mas, primeiramente, não existe nenhum Deus no céu que possa permitir que seu filho seja crucificado."
"Senhor, eu acredito em Deus", Jimmy protestou. "E eu acredito que ele ressuscitou!"
"Jimmy, você pode acreditar no que você quiser, é claro," o professor respondeu. "Porém, no mundo real não existe a possibilidade de tais milagres, como a ressurreição. Ninguém que acredite em milagres pode respeitar a ciência."
"Deus não é limitado pela ciência," Jimmy respondeu. "Ele criou a ciência!"
Incomodado com o modo como Jimmy defendia sua fé, o professor propôs um experimento cientifico. Foi até a geladeira e pegou um ovo de galinha.

Leia mais:Melhor não deixar o ovo cair