Cultura não tem religião

PublishNews - 17/9/2003 - por Carlo Carrenho
A Confraria de Editores Cristãos, grupo de editores do mercado protestante que se reúne mensalmente em São Paulo para happy hours e bate-papos, organiza no dia 18 de setembro o 1º Sarau Literário. Com o tema escolhido foi "E se Jesus não tivesse nascido?", o evento discutirá obras literárias e autores não necessariamente cristãos e contará com a leitura de trechos literários. Tudo isso regado a um bom vinho no Café Domaine (Shoping D&D, Av. das Nações Unidas, 12.551), a partir das 20h desta quinta-feira. O custo é de R$ 32 por pessoa. Mais informações pelo telefone 11-5612-7799 ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

Arrebatamento - Drama

De 10/09 a 29/10 - Quarta, às 20h30
$ - R$ 10,00 ou 3kg de alimento não perecível

Espaço Cultural Arte Gullik
Av. Pompéia - 1227 - Pompéia
Fone: 3862 2156

A peça narra os últimos dias que antecedem a vinda de Jesus Cristo à terra. Terremotos, guerras, doenças e violência em grande escala são alguns dos sinais desse grande acontecimento, como promete a Sagrada Ecritura. Dur:50 min. Autor: Nan Breves
Elenco: Adriano Ferreira, Bruno Soares, Geisa Breves e Paula Breves
Dir: Nan Breves

Pesquisa Você e a Blíblia

No próximo ano a revista Ultimato dedicará uma de suas edições à Blíblia.
Queremos contar com a participação do nosso leitor, por meio da pesquisa Você e a Blíblia.

Vá até o site e responda as perguntas! www.ultimato.com.br

O Messias da Era Digital

Misturando religião e tecnologia, Matrix tenta explicar origem da vida.

Poucos filmes foram tão aguardados pelo público quanto The Matrix Reloaded, a continuação do filme que deu novos ares ao modo de se fazer cinema, misturando, entre outras coisas, games, quadrinhos e internet. Aclamado entre a crítica cinematográfica pelas inúmeras referências filosóficas, religiosas e tecnológicas, o filme escrito e dirigido pelos irmãos Larry e Andy Wachowski tornou-se uma verdadeira febre entre gente de todo tipo. Para quem não se lembra da trama, Neo é o messias de uma era dominada pela inteligência artificial dos computadores. Uma visão futurista que mistura ciência e religião e já faturou US$ 500 milhões desde a sua estréia em 1999, e deve bater mais recordes, considerando que outros US$ 300 milhões foram investidos na seqüência da trilogia.

Leia mais:O Messias da Era Digital

Bananas, Homens e Macacos...

Enézio E. de Almeida Filho
http://www.exactaexpress.com.br/mico.htm
extraído do site Jesussite.com.br

Este artigo demonstra o quanto as grandes emissoras de TV e revistas de grande circulação estão engajadas numa luta camuflada para deturpar a Palavra de Deus e tentar (em vão) desacreditar os ensinamentos Bíblicos, principalmente os contidos no livro de Genesis.
Não é um estudo Bíblico, mas sim uma matéria escrita por jornalista sério que tomou o cuidado de pesquisar as fontes a fundo antes de escrever. É bem verdade que a questão não é de competência dos jornalistas, mas sim de notarmos e destacarmos os reais objetivos da mídia, que nos últimos tempos mal tem conseguido disfarçar sua real meta de afastar de Deus seus leitores, ouvintes ou telespectadores.
Ora, nós Cristãos sabemos que existem somente dois lados: o de Deus e o de Satanás. Como a mídia têm sido cada vez mais um instrumento do mal, cabe-nos alertar os irmãos em Cristo, que abram seus olhos e examinem tudo sobre o crivo das Escrituras. Devemos ensinar nossos filhos a verdade sobre todas as coisas.
Neste caso específico, as escolas ainda ensinam a Teoria de Darwin como se não fosse "Teoria" e sim uma verdade comprovada científicamente - o que não foi e nunca será. Tal teoria carece de comprovação científica em todos os aspectos. Como se não bastasse essa teoria não resiste aos seus próprios princípios: Por exemplo, nela fala-se da evolução das espécies, que em muitos casos é verdadeira, mas nos animais quando houve uma "evolução" o produto final da evolução fez com que o produto inicial da evolução tivesse desaparecido. Ou seja, se o homem existe hoje, os macacos não deveria existir... Vejam bem, isto analisando a questão debaixo da "teoria" do próprio Darwin.
Deus fez-nos a sua semelhança, e dizer que descendemos do macaco é o mesmo que dizer que Deus não existe, ou pior, que Deus é um macaco... Que absurdo!
Somos filhos de Deus! Glória a Deus!
Fiquemos alertas, vigiando e orando, sempre, sem cessar.
Equipe JesusSite.

Leia mais:Bananas, Homens e Macacos...