Pastor Segundo o Coração de Quem?

A pouco tempo atrás ouvi uma história a qual compartilho com vocês.
Uma irmã (a qual por questões obvias não vou revelar o nome e igreja), passou pela seguinte experiência:
Em um final de culto movida por um grave problema pessoal, a irmã em questão, procurou o seu pastor no desejo de abrir o coração pedindo-o, que este lhe ajudasse em aconselhamento pastoral. O pastor, sem poder ouvi-la naquele momento, até porque, muita gente desejava lhe falar e principalmente lhe cumprimentar em virtude do maravilhoso sermão que havia pregado, solicitou à irmã que procurasse a secretaria da igreja e agendasse um encontro.

Leia mais:Pastor Segundo o Coração de Quem?

Código da Vinci - Enganoso e ofensivo

Dr. Ed Hindson é assessor do reitor da Liberty University em Lynchburg
Chamada da Meia Noite

O livro "O Código Da Vinci", em destaque na lista de best-sellers do New York Times, cativou a atenção de milhões de leitores, motivou um programa especial no horário nobre na ABC News e está para ser lançado como um importante filme de Hollywood em 2005. O livro prende o leitor com uma história excitante de aventura e intriga, fazendo-o acompanhar seus personagens numa louca incursão pela Europa à medida em que procuram indícios da verdadeira identidade de Jesus Cristo.

O problema é que o livro aborda a vida de Jesus de uma maneira completamente antibíblica, ofensiva e estarrecedora para os que nEle crêem. Assim como tantos outros ataques à integridade de Jesus Cristo, O Código Da Vinci declara que Jesus realmente existiu, mas que Ele era meramente humano e não divino. Na realidade, os personagens do livro alegam insultuosamente que Jesus foi casado com Maria Madalena e que teria deixado uma linhagem de descendentes humanos, alguns dos quais estariam vivos hoje.

Leia mais:Código da Vinci - Enganoso e ofensivo

Parabenizo o site.

Bom dia!
Meu nome é Marino Camargo. Acabo de conhecer o website Apocaliptico e fiquei feliz ao ver o layout bonito, de fácil acesso e as matérias bem específicas.
Gostaria de desejar a bênção de Deus a todos os envolvidos no projeto e juntamente peço paciência com os nossos irmãos brasileiros, que na maioria das vezes não conseguem se concentrar em formar boas opiniões, comentar os temas, etc. Não sei se por preguiça ou pelo fato de encontrarem mesmo dificuldades em escrever... Particularmente, prefiro acreditar na segunda opção!
Informo que estarei me cadastrando e colaborando da melhor forma possível, no envio de comentários, Ok?
Por favor não deixem de atualizá-lo sempre!
Que Jesus os abençoe...

Att,
Marino Camargo.
Primeira Igreja Batista em Pirituba
São Paulo-SP

O Servo e a Bebida Alcoolica

 A sociedade é bombardeada diariamente por intensas campanhas publicitárias, visando aumentar o número dos consumidores de bebidas alcoólicas. Os comerciais veiculados na tv, transmitem uma idéia de sucesso, pregam que serão felizes nos relacionamentos amorosos, interpessoais (muitos amigos) e vitoriosos nas práticas esportivas, entre outras inverdades. É notório o êxito das campanhas promovidas pelos produtores de bebidas; o crescimento dos consumidores é vertiginoso, inclusive, entre os adolescentes e jovens. O álcool é uma droga lícita (tal qual o cigarro) dotada de grande poder destrutivo, os males produzidos pelo seu consumo englobam, desde a deterioração da saúde à destruição da personalidade e dignidade do homem.
Pela constatação dos resultados negativos da ingestão de bebida alcoólica, conclui-se que é uma idéia concebida pelo diabo, a fim de aprisionar o homem ao pecado, destruindo-lhe a dignidade e o amor próprio.
“... Só vem para roubar, matar e destruir...”
Jo 10.10a
A mensagem principal do Senhor Jesus é a vida e a sua preservação em santidade e pureza.
”... Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância.” Jo 10.10b

Leia mais:O Servo e a Bebida Alcoolica

Pastora, é bíblico?

A ordenação de mulheres ao pastorado (bem como, ao diaconato e presbiterado) não é uma unanimidade entre as igrejas evangélicas, em algumas denominações há sérias restrições quanto ao ministério feminino, proibindo-as de exercerem cargos de liderança. É uma visão que destoa dos princípios bíblico.

 

É fato que o Apóstolo Paulo em sua epistola, faz algumas restrições às manifestações das mulheres na igreja, mas, antes de generalizarmos estas recomendações Paulina é preciso que façamos uma analise da situação feminina diante da cultura oriental, ainda hoje, as mulheres são vista como um ser inferior sem voz ativa, eram comercializadas, proibidas de estudarem, saírem às ruas ou mesmo se mostrarem. Esta visão cultural justifica por completo a ação do Apostolo, a igreja carecia de credibilidade diante da sociedade constituída por gentios, a instituição de mulheres como líderes não seria uma atitude sábia à obra missionária.

 

Na Bíblia encontramos as mulheres exercendo uma série de atividades eclesiais, por exemplo: Servindo na igreja (diaconisas), evangelistas, profetisas, pregadoras, obreiras, etc. Diante de tantos exemplos, é impossível negarmos o chamado e a unção de mulheres ao pastorado. Inclusive, o mover do Senhor é uma realidade em nossos dias, mesmo que não houvesse nenhuma citação na Bíblia endossando o chamado feminino, ainda assim seria aceitável, desde que revelado pelo Espírito Santo de Deus, o verdadeiro edificador da igreja.


Exponho a seguir uma série de atividades exercidas pelas mulheres, veja:


1- Serviram ao Senhor e a Sua igreja:

Leia mais:Pastora, é bíblico?